Pular para o conteúdo principal

Declaração Universal dos Direitos Humanos

 Os educadores do CEDESP- Centro de Desenvolvimento Social e Produtivo para Adolescentes, jovens e Adultos na faixa etária de 15 á 59 anos, desenvolveram  com os educandos um projetinho que fala sobre a Declaração dos Direitos Humanos. Enfatizando a importância  que eles entendam que o caminho a ser trilhado pela humanidade passa pela Paz, Respeito,  Igualdade,  Tolerância,  Solidariedade,  Justiça Social e  Amor. Conversaram com os educandos sobre o papel da ONU, explicando que o objetivo principal desta Organização Internacional é criar e colocar em prática mecanismos que possibilitem a Segurança Internacional, Desenvolvimento Econômico, Definição de leis Internacionais, Respeito aos Direitos Humanos e o Progresso Social. Tendo em vista o período de suspensão das atividades presenciais, por conta da situação de enfrentamento  emergencial de Saúde Publica em decorrente da COVID-19. Os educadores deixaram como atividade em conjunto, algumas perguntas de reflexão, sobre Declaração Universal dos Direitos Humanos, e um vídeo para ajudar na reflexão. Segue o link:  https://www.yotube.com/watch?v=Jw2W-Rh4f4. Na quinta-feira dia 08/04/2021 os educadores realizarão com os educandos pelo aplicativo, google meet a devolutiva da reflexão e pesquisa em uma roda de conversa virtual.




Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

DISTRIBUIÇÃO SACOLAS MATERIAIS PEDAGÓGICOS – CEI ANÍBAL DI FRANCIA

O Centro de Educação Infantil Aníbal Di Francia, realizou no dia 06 de julho, a distribuição das sacolas com materiais pedagógicos para as crianças desenvolverem as atividades em casa. Olha a felicidades das crianças.
O Instituto Rogacionista e o CRAS-Lapa têm a alegria de convidá-los para a celebração do primeiro aniversário do Núcleo Madre Nazarena - CCA Leopoldina. Data: 01 de junho de 2011 Horário: 9 horas e 30 min Local: Rua Blumenau, 66 Vila Leopoldina 36419241 / 84030382 www.institutorogacionista.org.br   madrenazarena@institutorogacionista.org.br

XIPÁ É BASE DOS QUITUTES NA OFICINA DO PROJETO MUDANÇA DE HÁBITOS ALIMENTARES

A culinária indígena possui sabores muito particulares, o tradicional xipá – massa frita feita com farinha de trigo, água e sal é consumido diariamente em vários momentos das refeições.   Durante a oficina do Projeto “Mudança de Hábitos Alimentares”, foi dia de aprender a fazer quitutes, a nutricionista Lúcia Martinez, ensinou a fazer pastel, coxinhas, esfirras, pastelão de frango, pão enrolado com queijo e presunto e torta de legumes com as massas feitas com a base no xipá e reaproveitando todos os alimentos.